Manutenção de Jardinagem Sorocaba | Terceirização de Mão de Obra | Manutenção Predial

Manutenção de Jardim Sorocaba Limpeza Predial Manutenção Predial



Terceirização de Mão de obra hortolandia empresa de limpeza e conservação sorocaba



Manutenção de Jardim Sorocaba Limpeza Predial Manutenção Predial



Terceirização de Mão de obra hortolandia empresa de limpeza e conservação sorocaba



As 8 Pragas mais comuns que podem ameaçar seu jardim (e como elimina-las)

As 8 Pragas mais comuns que podem ameaçar seu jardim (e como elimina-las)


As 8 Pragas mais comuns que podem ameaçar seu jardim (e como elimina-las) Terceirização de Mão de obra hortolandia empresa de limpeza e conservação sorocaba

Se você tem um jardim, ou uma área verde de qualquer tipo, você deve ter uma preocupação especial com a aparecimento de pragas. O parada de crescimento repentino, o aparecimento de varias folhas murchas e pequenas teias são algum dos sinais que suas plantas estão em perigo. Aqui esta as 8 pragas mais comuns e como elimina-las.

1.Pulgões – São bichos sugadores de seiva com aproximadamente 4 mm, que se escondem em brotos de plantas para se alimentar da seiva.
A grande maioria apresenta a coloração verdes, mas algumas espécies tem o exterior preto e até vinho. Por se reproduzirem, provocam o atrofiamento da planta em curto período de tempo.

Para se livrar da praga é preciso usar inseticidas a base de Malathion, disponível em lojas de jardinagem e supermercados. Outro meio interessante e mais natural são os predadores naturais que comem os pulgões, como por exemplo as joaninhas.

2.Ácaros – São aranhinhas que se alojam na parte de baixo das folhas, onde compõem uma teia fina, parecendo uma sombra prateada. As folhas atacadas são enroladas até secarem.

Para matar os ácaros é indicado fazer pulverizações com inseticidas ou fungicidas a base de enxofre estando sempre atento as indicações do fabricante.

3.Trips ou Lacerdinha – É de um inseto de porte minúsculo de aproximadamente 0,4-0,5 mm com o corpo esguio e prolongado com quatro asas franjadas, sendo muito ágil em sua locomoção nas horas mais quentes do dia, voando em torno da vítima. Extraindo a seiva, deformando as folhas e brotos apresentando uma coloração vermelha quando jovem.

Nas folhas que sofrem o ataque, fica evidente pequenas manchas escuras causadas pelas suas dejeções. Se o Tripes atacar os Ficus Benjamina em vias públicas, entra nos olhos das pessoas causando uma irritação intensa, levando-as ao desespero. Já que substâncias tóxicas são liberadas por eles.

Com aplicação de inseticidas e pulverização de calda de ervas, o tripes deve ser eliminado e prevenido.

4.Mosca branca – É um inseto de porte muito pequeno, medindo cerca de 3 milímetros e sua cor varia entre branco e amarelo-pálido, com olhos pretos que se contrastam fortemente com o resto do corpo. Quando está parado, mantém as asas guardadas, aparentando tem somente um par delas. Ela não pertence a mesma classe que as moscas, pois é um hemíptero, que é o mesmo grupo dos pulgões e percevejos.

Preferindo climas menos úmidos, onde vivem por mais tempo e se multiplicam mais. Além de sugar a seiva ela libera toxinas na planta que causa um crescimento notoriamente desuniforme nesta. Assim como pulgões, a mosca-branca também secreta uma substância que contem açúcar que permite a aparição de fumagina, um tipo de fungo escuro que impede a fotossíntese nas plantas.

Para dedetização caseira, pode ser usado 5 gramas de sal para 20 ml de vinagre em 1 litro de água, acrescentar 2,5 ml de sabão (pó) e pulverizar as plantas atacadas de 5 em 5 dias ou calda de fumo. Já o controle químico é feito com aplicação de inseticidas.

5.Lesmas – Elas têm um corpo pardo-claro, chato com comprimento de 2-12 cm. Durante o dia as lesmas ficam escondidas embaixo de pedras, folhas caídas e vasos, para poder atacar as plantas de noite. Porém, quando saem para atacar, deixam um rastro brilhante por onde passam, facilitando a localização do foco deles.

Para eliminá-las pode se usar iscas próprias para matar lesmas, encontradas em lojas especializadas, ou simplesmente colocando uma lata aberta de um lado com cerveja e sal dentro.

6.Caracóis – São moluscos que podem aparecer em formas e tamanhos variados, a maioria apresenta cerca de 5 cm, dotados de pequenas conchas em espiral, e podem viver até 12 anos. Eles são hermafroditas, o que significa que tem aparelhos reprodutores masculinos e femininos, e podem chegar a colocar mais de 400 ovos por ano.

Só tem atividades noturnas e preferem folhas tenras, perfurando-as e raspando-as. Durante o dia, escondem-se sob o vaso, pedras e folhas caídas, por isso é aconselhável sempre manter seu jardim limpo.

Para se livrar dos caracóis, você pode utilizar o iscas mata-lesma mesmo, a venda em lojas especializadas. Ou colocando uma lata aberta de um lado com cerveja e sal dentro.

7.Tatuzinhos – São pequenos crustáceos da terra encontrados se locomovendo pelo chão, sob a copa das plantas, em locais não muito secos e sombreados. Embora não pareçam perigosos, possuem hábitos predatórios atingindo as raízes das plantas que roem durante a noite. A planta atacada apresenta enfraquecimento geral sem dar pistas do motivo para donos de jardim menos atentos. Primeiro seu crescimento para, depois começam a aparecer folhas murchas e ramos caídos, até que toda planta enfraquece e morre.

Para combater o tatuzinho, pode-se fazer catação manualmente. Para conseguir caça-los, basta colocar cascas de frutas ou cacos de telhas que lhes servirão de esconderijo durante o dia, quando poderão ser capturados.

8.Percevejos – Estes são insetos de formato, tamanho e cor variáveis, conforme a espécie, mas que se caracteriza pela boca sugadora e a presença de um escudo triangular no dorso e as asas anteriores subdivididas. Muitas espécies apresentam glândulas que secretam através das quais saem um cheiro ruim quando se sentem em perigo.

Como já dito, eles são sugadores, sendo grande parte terrestre, atacando folhas, brotações novas, botões florais e frutos. Alguns tipos, tanto jovem como adultas, possuem hábitos subterrâneos, roubando a seiva da raiz da planta. Para eliminá-los pode ser feita catação manualmente e calda de fumo ou inseticidas mesmo.





Newsletter
  1. Facebook
  2. LinkedIn
  3. Youtube
  4. Instagram